Plano de Ação para redes públicas

O Brasil deu um grande salto na última década com relação ao acesso das pessoas com deficiência a sistemas educacionais inclusivos. Não se trata de uma transformação simples. Na verdade, tornar cada sistema educacional, de qualquer esfera, em inclusivo pressupõe mudanças profundas na concepção de deficiência, que deixa de ser compreendida como fator incapacitante, e também na concepção de educação, que passa a ser considerada um direito humano universal, e não apenas um direito garantido àqueles que se enquadram nos padrões preestabelecidos.

A educação inclusiva se trata de uma inovação nas práticas pedagógicas, no que diz respeito às escolas, e também exige da gestão central a organização e a oferta de novos serviços, recursos e infraestrutura, como profissionais de apoio, intérprete e instrutores de Libras, professores do Atendimento Educacional Especializado, transporte escolar acessível, sala de recursos multifuncionais, acessibilidade arquitetônica, tecnologia assistiva, entre outros. Não é tarefa simples organizar e institucionalizar tal estrutura, tampouco compreender o que cabe a cada um desses novos profissionais.

O Plano de Ação visa subsidiar a gestão pública no mapeamento das necessidades da rede ensino com relação à implementação da educação inclusiva. Atuamos em todo o território nacional, pois esta consultoria é feita remotamente, por meio de ferramentas online (videoconferências, formulários online, webinários).

 

O que esta consultoria virtual especializada oferece?

     Etapas

  • Análise documental (Normativas legais e técnicas da rede, publicações orientadoras, PPP da secretaria educação, etc.)
  • Entrevista com equipe técnica da gestão central (virtualmente)
  • Coleta de dados por formulário online
  • Análise dos dados levantados

     Produtos

  • Parecer técnico sobre as necessidades da rede para a oferta da educação inclusiva
  • Proposta de Plano de Ação

 

Para saber mais sobre este serviço, entre em contato!

Anúncios