Formação continuada nas escolas privadas

Diante das inovações trazidas pela inclusão escolar, é essencial que a escola oportunize aos seus profissionais momentos formativos que visem aperfeiçoar o trabalho realizado, a fim de que este esteja em consonância com os marcos políticos e legais que regem a educação inclusiva na atualidade. É importe, nesse sentido, considerar os aspectos a seguir como o tripé essencial para uma escola inclusiva:

 

1) Gestão escolar para a promoção da escola para todos
A gestão é o coração do trabalho pedagógico, pois observa o amplo e o específico: zela pelas diretrizes gerais enquanto acompanha de perto o detalhe, a vida escolar de cada um de seus alunos. A equipe gestora, composta por diferentes profissionais, é a guardiã da missão do estabelecimento de ensino (que se traduz em seu Projeto Político-Pedagógico – PPP).

 

2) Práticas pedagógicas inclusivas
A inclusão escolar extrapola o que é relativo apenas às deficiências e demanda que a escola reveja o modo como entende o processo de ensino-aprendizagem, como planeja e como avalia seus estudantes. A inclusão não prevê métodos de ensino voltadas especificamente aos alunos com deficiência ou com alguma necessidade específica (como o caso de alunos que apresentam dificuldade de aprendizagem). Ao contrário, os professores são desafiados a planejar aulas cujas atividades são as mesmas para todos, sem adaptações, permitindo, porém, que cada um aprenda a seu modo.

 

3) Atendimento Educacional Especializado – AEE
O AEE é um serviço da Educação Especial de caráter não substitutivo à escola comum que deve ser oferecido pelas redes pública e privada no período oposto ao da escolarização (contraturno). O PPP das escolas deve contemplar o AEE como uma de suas estratégias para a organização do trabalho. Isso significa implantar a Sala de Recursos Multifuncionais (SRM); adquirir equipamentos necessários; providenciar professor para atuar no AEE; e promover a articulação entre o professor do AEE e os professores do ensino comum.

 

Nossas estratégias de formação:

A So Ham atua com formações temáticas (alguns dos temas podem ser conhecidos a seguir), buscando oportunizar aos cursistas, a partir de estudos de caso, vivências que possam promover novas práticas e novos recursos pedagógicos em sala de aula.

 

Algumas temáticas possíveis para as formações:

  • Alfabetização e letramento na perspectiva da inclusão escolar
  • Atendimento educacional especializado: o que é e para quem
  • Brincadeiras mediadas: todos juntos brincando e aprendendo
  • Documentação pedagógica e avaliação
  • Educação Infantil Inclusiva: garantindo direitos desde cedo
  • Estudo de caso como instrumento de organização do processo pedagógico
  • Fundamentos da Tecnologia Assistiva
  • Gestão e planejamento na escola inclusiva
  • Inclusão Escolar e Direitos Humanos
  • Jogos pedagógicos acessíveis
  • Marcos políticos e legais da Educação Inclusiva no Brasil
  • Mediação fílmica (filmes que abordam as diferenças humanas)
  • Mediadores de leitura
  • Multilinguagens na escola inclusiva (cinema, teatro, música, fotografia, artes plásticas, dança)
  • Os espaços escolares como ambientes educadores
  • Plano de Atendimento Educacional Especializado
  • Recursos pedagógicos acessíveis

 

Para saber mais sobre este serviço, entre em contato!

Anúncios